Sobre a Manu

Manuela Bertol

Meu interesse pelas pessoas e suas histórias me fez estudar psicologia e depois fotografia. Demorou um pouco, mas agora eu entendo o quanto estas duas áreas se complementam em minha vida. Fotografar alguém é entrar em seu mundo, ouvir a sua história, conhecer a sua vida, e ter a habilidade de ser simples. Pois é com simplicidade que percebemos, é na simplicidade que estão os detalhes, aquilo que torna cada pessoa única. Meu desafio é mostrar o quanto cada pessoa é singular. E para isso preciso estar totalmente em contato e atenta: muito mais do que fotografar, preciso perceber. E este exercício me fascina, me apaixona. Gosto de pessoas, gosto de histórias. Gosto mais ainda de criar imagens que as contem, que mostrem as pessoas como elas realmente são.

           »»» Manuela Bertol